Linha de 100 milhões de euros para promover eficiência energética na indústr

O Governo lançou uma nova linha de crédito no valor de 100 milhões de euros que se destina à indústria e ao turismo e tem como principal objetivo tornar as empresas mais competitivas, através da redução do consumo energético, da redução dos custos de produção e da alteração de fontes energéticas

O financiamento pode ser utilizado em operações destinadas a financiar investimentos para melhorar o desempenho energético das instalações industriais e turísticas. Apoiando, por exemplo, no setor do turismo, a alteração de sistemas de aquecimento, ou o isolamento das unidades hoteleiras. Na indústria este financiamento enquadra-se em investimentos que permitam a reutilização da energia envolvida em diferentes fases dos processos produtivos ou na melhor gestão energética dos equipamentos.

Estamos a dar um impulso importante para as empresas serem mais competitivas, baixando o custo de um fator de produção importante», afirmou Manuel Caldeira Cabral, Ministro da Economia, destacando o objetivo de «promover maior eficiência energética em quem produz».

O financiamento pode ser utilizado em operações destinadas a financiar investimentos para melhorar o desempenho energético das instalações industriais e turísticas. «Um hotel pode mudar os sistemas de aquecimento, do ar condicionado ou melhorar o isolamento, enquanto uma fábrica pode alterar os equipamentos, fazer uma melhor gestão dos equipamentos ou conseguir aproveitar energia de uma fase de produção numa outra fase», disse Caldeira Cabral.

Esta linha de crédito contribui para as metas nacionais definidas no Plano Nacional de Ação para a Eficiência Energética e no Plano Nacional de Ação para as Energias Renováveis.

 
 
 
 

Voltar